Raparigas que consomem muitas bebidas açucaradas tendem a ser menstruadas mais cedo, de acordo com um estudo publicado na quarta-feira na revista «Human Reproduction».

O estudo acompanhou 17 mil crianças, 5500 delas americanas, entre 1996 e 2001. As raparigas tinham entre nove e 14 anos quando se juntaram ao projeto e nunca tinham sido menstruadas.

Aquelas que beberam uma média de uma bebida e meia açucarada por dia foram menstruadas quase três meses antes daquelas que bebiam três ou quatro destas bebidas por semana.

Este estudo que durou cinco anos não se concentrou na influência que o açúcar pode ter na produção de hormonas sexuais nas raparigas, que está a ser alvo de outras investigações.

Por seu turno, a menstruação precoce também pode potenciar casos de cancro da mama mais tarde, acrescenta o mesmo estudo, embora este dado seja contestado por outros especialistas, segundo a AFP.

O estudo argumenta que uma diferença de meses no aparecimento do período parece insignificante, mas, que efetivamente, a menstruação precoce, que pode surgiu até um ano antes, aumenta em cinco por cento o risco de ter cancro, segundo Karin Michels da Harvard Medical School.

Ieuan Hughes, da Universidade de Cambridge, considera que o estudo falha ao não avaliar outros aspetos da vida das raparigas e considera que as referências ao cancro da mama são «alarmistas».