Um milhão de smartphones Samsung Galaxy Note 7 vão ser recolhidos nos Estados Unidos, depois de vários incidentes com baterias que sobreaqueceram e pegaram fogo. A agência norte-americana para a segurança dos produtos de consumo já anunciou a recolha formal dos aparelhos.

A Samsung recebeu 92 relatórios de casos de sobreaquecimento de baterias, ocorridos nos Estados Unidos, incluindo 26 relativos a incêndios e 55 a estragos materiais.

A marca sul-coreana já garantiu que os novos Galaxy Note 7 para substituição estarão disponíveis na próxima semana.

Leia também: