A Huawei atingiu um feito ao conseguir o segundo lugar do pódio das empresas que mais vendem smartphones no mundo e empurrando para número três a gigante Apple.

A fabricante chinesa de smartphones vendeu cerca de 54,2 milhões de aparelhos no segundo trimestre, mais de 40,9% em relação que no mesmo período do ano passado, de acordo com dados da consultora International Data Corporation (IDC) Worldwide Quarterly Mobile Phone Tracker.

Números que ultrapassam as vendas Apple – 41,3 milhões no mesmo trimestre – e aproximam a Huawei da líder Samsung – com vendas de 71,5 milhões de equipamentos entre abril e junho.

De resto, com este crescimento a empresa chinesa reduz, consideravelmente, a vantagem da Samsung cujas vendas desceram 10,4% face ao homólogo.

O crescimento contínuo da Huawei é, no mínimo, impressionante, assim como sua capacidade de entrar em mercados nos quais a marca era desconhecida", disse responsável pelo estudo da IDC, Ryan Reith, no comunicado.

A IDC refere ainda que a Apple liderou a tabela vários trimestres, à medida que introduzia novos produtos e, na opinião do mesmo responsável, é provável que a relação de forças entre as três marcas – dependendo dos mercados – não mude muito nos próximos tempos já que a concorrência é feroz, sobretudo em mercados maduros com taxa de penetração elevadas.

Ao mesmo tempo, marcas como a Xiaomi, OPPO e vivo estão, lentamente, a empurrar a sua base de clientes para cima e com um nível de preço um pouco menor do que as marcas do top 3. “ Este é um movimento que deve ser observado atentamente à medida que a construção de equipamentos neste segmento progride", acrescenta  Ryan Reith,

Em termos globais, diz a IDC, que foram vendidos 342 milhões de smartphones no segundo trimestre de 2018. Menos 1,8% que os 348,2 milhões vendidos entre abril e junho de 2017.