Cientistas russos criaram chocolate com carne de ouriço, estrela-do-mar e limão que melhora o metabolismo e prolonga o número de anos de vida, divulgou esta terça-feira a Academia de Ciências da Rússia (ACR).

“O extrato de ouriço e estrela-do-mar retarda o envelhecimento e corrige os processos metabólicos, melhorando a qualidade de vida e contribuindo para a longevidade”, anunciou, em comunicado, a ACR.

Cientistas do Instituto de Química Orgânica, ligado à Universidade Federal do Extremo Oriente russo, consideram que o novo chocolate vai ser muito mais benéfico para o organismo.

Mikhail Kusaikin, vice-diretor do instituto, explicou que os pigmentos dos ouriços-do-mar contêm vitamina K e as estrelas-do-mar possuem uma substância que é um poderoso antioxidante. E que é graças a isto que o novo alimento aumenta a saturação de energia das células.

Para criarem este produto inovador, os cientistas estudaram primeiro as substâncias em causa e depois desenvolveram uma tecnologia que permitiu a sua extração. Numa última etapa, os investigadores decidiram introduzir estas substâncias num alimento tão apetecível como é o chocolate. 

Os cientistas garantem que todos os componentes deste chocolate são naturais. Estimam que uma barra de meio quilo poderá ser adquirida por cerca de 1250 rublos, ou seja, perto de 15 euros.