A rede social Twitter passou a permitir o dowload e upload das "listas" de páginas e pessoas bloqueadas pelos seus utilizadores, uma nova ferramenta de combate ao conteúdo indesejado no site.

Cada utilizador por descarregar a sua lista pessoal de "bloqueados" e enviar para outros utilizadores da rede social, que depois a podem importar, de forma a bloquear automaticamente as mesmas páginas do utilizador original.

Ao exportar a sua lista pode remover as páginas que não quer que outros saibam que bloqueou.

A ideia é prevenir abusos, spam e outros comportamentos indesejados, tendo por base quem já os detetou. Ou seja, se já bloqueou, por exemplo, uma conta que se dedica a propagar links infetados com vírus, se outro utilizador carregar a sua lista, esse utilizador também vai passar a estar bloqueado.

Basta clicar na opção “exportar lista”, no menu de contas bloqueadas, e depois enviar o ficheiro .CSV para outros utilizadores, que terão de a “importar” no mesmo menu.