A Rússia irá criar uma alternativa à «Wikipedia», uma versão do site que tem como objetivo dar às pessoas acesso a informações «detalhadas e confiáveis».
 
«Uma análise a este recurso mostrou que não é capaz de fornecer informações sobre a região e vida do país de forma detalhada o suficiente», anunciou a biblioteca presidencial russa esta sexta-feira.

Este novo projeto já está a ser trabalhado, com base em mais de 50 mil livros de 27 bibliotecas diferentes. Não foi referido, no entanto, se o acesso à Wikipedia original será afetado, ou se os cidadãos continuarão a ser livres e capazes de editar as páginas.
 


O presidente russo, Vladimir Putin, já havia apelidado a Internet de «projeto especial da CIA», e desde fevereiro que as autoridades russas têm o poder de bloquear o acesso a sites sem ordem judicial. As duas primeiras páginas digitais censuradas eram críticas ao governo.