Uma modelo argentina pôs a Google e a Yahoo em tribunal, já que a sua imagem e nome apareciam ligados a pesquisas de ofertas sexuais e pornográficas.

«Destruiíram a minha vida», disse Maria Belen Rodriguez à CNN, depois de ter sido obrigada a explicar à família e amigos que era tudo mentira. Para além de ter prejudicado a sua vida profissional numa altura em que a modelo e atriz estava num ponto alto da carreira.

Rodriguez pede que o seu nome seja «limpo» das buscas, tal como uma indemnização.

O processo que já dura há oito anos, pode finalmente, estar a chegar ao fim. O caso tem subido de instância em instância e aguarda-se a decisão do Supremo Tribunal nas próximas semanas, depois de ouvidos os argumentos finais.

A Google continua a defender, como reafirmou à CNN, que os mecanismos de pesquisa são automáticas e não é possível um controlo sobre elas.