O Alto Comissariado para as Migrações (ACM) criou a Plataforma de Português Online para que os cidadãos estrangeiros, nomeadamente os refugiados, possam aprender a falar a língua portuguesa, estando já disponível a partir do site do organismo.

De acordo com a informação disponível na sua página na Internet, a Plataforma de Português Online foi lançada na passada sexta-feira, e é uma ferramenta com conteúdos para a aprendizagem da língua portuguesa por adultos falantes de outras línguas.

"Para já, esta Plataforma está disponível em português e inglês, sendo que brevemente poderá ser consultada noutras línguas, nomeadamente em árabe, mandarim e romeno, indo assim ao encontro das necessidades específicas dos refugiados acolhidos em Portugal”, refere o ACM.

De acordo com o organismo, esta plataforma pretende ser mais do que um manual para o ensino do português, disponibilizando ferramentas que permitem ao utilizador “praticar a língua nas atividades linguísticas de compreensão oral, da leitura e da produção escrita”.

“Aprender e alargar o vocabulário, bem como os conhecimentos da gramática do português para ser usada nos contextos de uso da língua, constitui outra das potencialidades desta nova Plataforma”, explica o ACM.

De acordo com o ACM, a plataforma está apta para ajudar a desenvolver competências em língua e competências gerais, “nomeadamente o conhecimento sociocultural e a consciência intercultural, organizadas em 24 módulos temáticos funcionais, apresentados nos formatos texto, áudio, vídeo e imagem.

Para já só está disponível o primeiro módulo, mas o ACM diz que os restantes também estarão brevemente.

Através da página da plataforma é possível constatar que haverá um tutor para responder a quaisquer dúvidas, sendo disponibilizados exercícios para praticar a língua portuguesa e exames para testar os conhecimentos adquiridos.