Marte vai estar muito próximo da Terra nas próximas três semanas e poderá ser observado a olho nu, sem ser preciso um telescópio. O planeta vermelho irá surgir no céu como um astro muito brilhante, ao lado da Lua. Há mais de uma década que Marte não ficava tão próximo do planeta azul.

O ponto de maior proximidade entre Marte e a Terra deverá registar-se na segunda-feira, dia 30 de maio, de acordo com dados divulgados pela NASA.

Se as condições meteorológicas o permitirem, o planeta poderá ser observado a olho nu. Mais, bastará aos mais curiosos um equipamento de baixa potência para poderem observar pormenores da sua superfície.

Na noite de segunda-feira, Marte vai estar à distância de 46.8 milhões de milhas (75,3 milhões de quilómetros), e deverá manter-se assim, muito próximo, até meados de junho. A última vez que Marte esteve tão próximo do planeta azul foi em agosto de 2003. Na altura, 

Segundo a NASA, como o planeta vai estar alinhado com a Terra, em oposição ao sol, estará “especialmente fotogénico” pois será possível observar o lado totalmente iluminado pela estrela.

 

 

 

Se o estado do tempo não permitir a observação do fenómeno, saiba que o mesmo voltará a repetir-se a 31 de junho de 2018.