Um jovem casal norte-americano acordou durante a noite com a voz de um homem a gritar no quarto da filha de 10 meses. O indivíduo pirateou o monitor, com câmara de vigilância, que estava no quarto da bebé, e falou com a criança.

«Acorda bebé!». Foram estas as palavras que Heather e Adam Schreck, de Cincinnati, no Ohio, ouviram a meio da noite.



De acordo com o «Mail Online», a mãe da criança pegou de imediato no telemóvel para ver as imagens que estavam a ser filmadas pelo dispositivo colocado no berço. A mulher depressa percebeu que algo de anormal se passava: a câmara do intercomunicador estava em movimento, quando apenas o deveria estar se a bebé estivesse acordada, e temeu que houvesse alguém no quarto.

Ao ouvir o «hacker» gritar outra vez, e de forma repetida, «acorda bebé!», o pai correu para o quarto da menina. Com raiva, o pirata informático começou a gritar palavrões até Adam Schreck desligar o dispositivo.

Em pânico após o incidente, os pais da criança reforçaram a segurança do dispositivo e alteraram as palavras-passe. Mas o casal não pode agora deixar de se perguntar como é que o «hacker» conseguiu manobrar o dispositivo e, sobretudo, há quanto tempo é que ele os observava.

Esta não é a primeira vez que um incidente do género acontece nos Estados Unidos. Em agosto de 2013, o intercomunicador de um casal em Houston, no Texas, também foi pirateado por um indivíduo que lhes insultava o bebé.