Há uma pesquisa recente a garantir que quando vão fazer cocó os cães se posicionam em função do campo magnético da Terra. Uma equipa de cientistas checos e alemães deu-se ao trabalho de estudar as poses de 70 cães, de 37 raças diferentes, durante esta função e concluiu que os animais preferem defecar alinhados com o eixo Norte-Sul.

Os cães alinham-se rigorosamente em função do eixo Norte-Sul quando defecam, mas só quando o campo magnético está estável. Ao todo, foram gravados e analisados 1893 cocós e 5582 chichis.

Os investigadores não têm certezas sobre tanta sensibilidade dos cães ao magnetismo, mas não tem nada a ver com a posição do Sol. O fenómeno foi observado durante as mais diversas estações do ano e independentemente da hora do dia. Ainda assim, há uma exceção à regra. As tempestades solares ou geomagnéticas provocam flutuações no campo magnético e, nesses momentos, os cães são bastante menos específicos.

Para ir de um ponto A a um ponto B nós precisamos de uma bússola. Os animais sabem-no instintivamente e nós precisamos de uma ferramenta. Quando um dia entendermos os animais e a forma como reagem, e os efeitos que um desvio no magnetismo terrestre lhes pode provocar, então poderemos pensar em maneiras de utilizar esse magnetismo.

A equipa diz que a sua investigação pode ajudar os biólogos, por exemplo, a compreender os efeitos das tempestades magnéticas.



Veja mais em NXT - o próximo passo