O papa Francisco atingiu esta quarta-feira os 13 milhões de seguidores na conta @Pontifex, na rede social Twitter, onde um milhão de lusófonos representa o quarto maior grupo de seguidores, noticiou um site religioso.

Segundo o site especializado em questões da Igreja Católica Il Sismografo, a conta do papa é seguida em nove línguas, incluindo o árabe e o latim.

Entre o dia da sua eleição, a 13 de março de 2013, e esta quarta-feira, a conta oficial do pontificado - aberta por Bento XVI em dezembro de 2012 - ganhou 10 milhões de seguidores.

Entre os 13 milhões de seguidores, o recorde de seguidores é dos hispânicos, que contam 5,4 milhões, seguem-se os anglófonos (3,9 milhões), os italianos (1,6 milhões) e os lusófonos (1,01 milhões).

Entre os lusófonos, destaca-se naturalmente o Brasil, o maior país católico do mundo.

As outras línguas dos «tweets» do papa são o francês, o latim, o alemão, o polaco e o árabe.

Em janeiro, na sua primeira mensagem sobre o tema das comunicações sociais, o papa Francisco apelou aos católicos para usarem a Internet, que qualificou como uma «dádiva de Deus» para permitir uma «autêntica cultura de encontro».