O Facebook criou uma nova opção de género. A partir de agora, os utilizadores que não queiram identificar o seu género como feminino ou masculino podem escolher outros 50 termos entre os quais andrógenos, bissexuais e transexual.

Também a nível de pronome houve mudanças, passando a existir três opções: ele, ela ou eles.

Esta mudança acontece depois de anos de reclamações dos utilizadores perante a empresa. O Facebook trabalhou de perto com homossexuais e grupos LGBT para compilar a nova lista de opções de identidade de género.

Brielle Harrison, engenheira de software do Facebook, trabalhou no projeto e está a sofrer uma transformação de sexo, de masculino para feminino.

«Para muitas pessoas isto pode não significar muito, mas para quem é afetado por isso, significa muito», afirmou à «Sky News».