A comunidade internacional tem que lutar melhor contra a utilização da Internet para ataques no espaço virtual, ou guerra cibernética, avisou hoje um alto responsável das Nações Unidas.

«Há uma ciberguerra em curso», afirmou Hamadoun Toure, secretário-geral da União Internacional das Telecomunicações, num debate em Genebra, acrescentando que «tal como na guerra convencional, não há vencedores, só destruição».

Ataques levados a cabo por governos ou por grupos criminosos podem gerar o caos em setores que vão do financeiro aos serviços públicos essenciais, frisou.