Investigadores da Universidade de Oxford estão a desenvolver uns óculos que poderão ajudar os cegos «a ver», segundo informações do «Mashable».

Com um sistema de luzes OLED, uma bússola, um GPS e duas câmaras para medir distâncias, os óculos serão capazes de recolher informações de movimento, direção, e distâncias exatas até um máximo de 10 cm de proximidade.

O sistema intitulado de «Assisted Vision», visão assistida em português, funcionará para 75% das pessoas invisuais, uma vez que apesar de tudo estas pessoas são capazes de detetar diferenças de luz.

Os sensores enviam os dados recolhidos pelos quatro elementos para um processador portátil, que analisa as imagens recebidas e que as reproduz depois nos óculos em forma de luzes.

O sistema OLED consegue mostrar diferentes tons e intensidades de luz que indicam a forma e distância do objeto à frente do utilizador. O dispositivo consegue, até, distinguir os objetos parados daqueles em que estão em movimento.

«A visão assistida» vem, ainda, com um headphone com sistema de conversão de texto para voz que poderá ajudar na leitura de sinais, números de autocarros, entre outros.

Os criadores afirmam que os óculos estão especialmente desenhados para auxiliar pessoas com cataratas, degeneração da visão devido à idade, retinopatia diabética, entre outros problemas da visão.

A comercialização dos óculos «Assisted Vision» está programada para o final de 2014.