Considerado o «melhor escritório do mundo» quando Steve Jobs submeteu os planos da construção, em 2011, a nova sede da Apple, intitulada de Apple Campus 2, mas conhecida como nave espacial dada a sua forma circular, vai mesmo avançar.

Segundo o «Daily Mail», a estrutura em anel, que ocupa cerca de 71 hectares quadrados terá uma floresta de 7 mil árvores plantadas propositadamente, foi imaginada pelo falecido Jobs e agora concluída pelo designer britânico Jony Ive e pelo arquiteto Norman Foster.

Desde 2011 à espera de aprovação, foi agora autorizada a construção, que estará pronta em 2016.

Em abril foi estimado que a estrutura custaria cerca de 2 mil milhões de dólares e estaria concluída em 2015, mas as estimativas apontam agora para um valor de 5 mil milhões de dólares e um atraso de um ano na conclusão do edifício.

A empresa planeia construir a nova sede em Cupertino, Califórnia, EUA, e vai ser a casa de 13 mil empregados.

Terá paredes feitas de vidro curvo a 360º, um campo central, bem como um auditório de mil lugares, um ginásio e mais de 91 mil metros quadrados de espaço para «pesquisa».

«Vão ver a energia, o amor e atenção ao detalhe que colocámos neste projeto», disse Peter Oppenheimer, CFO da empresa.

«Tratámos este projeto como trataríamos outro produto da Apple. Este será um sítio para as equipas mais criativas e colaboradoras desta indústria, que vão inovar as décadas que aí vêm», continuou.

O designer da sede, Norman Foster, acredita ter a hipótese de «construir o melhor escritório do mundo». «Eu acredito que estudantes de arquitetura virão aqui para observar a nossa sede».

Um edifício amigo do ambiente

A nova sede poupará grandes quantidades de energia, uma vez que o ar-condicionado será substituído por ventilação natural durante 70% do ano.

Dadas as paredes de vidro, a luz artificial só será necessária onde a natural não chegar e será feita com uso de iluminação LED. A nova sede tem ainda um local de reciclagem próprio.