A agência espacial norte-americana NASA continuou a revelar imagens e novos dados de Plutão através da sonda “New Horizons”, que descobriu agora que existem vastas planícies geladas naquele planeta.

Depois de ter divulgado, na terça-feira, a primeira imagem da superfície de Plutão, que mostrava a existência de montanhas que se elevam a mais de três mil metros, a NASA mostrou, esta sexta-feira, uma nova fotografia enviada pela sonda “New Horizons”, que revela a existência de planícies geladas naquele planeta situado nos confins do sistema solar.

A equipa da missão “New Horizons”, que está fascinada com os novos dados recebidos, chamou a esta planície gelada "Plain Sputnik", em homenagem ao primeiro satélite artificial enviado para o espaço pela União Soviética.

Segundo a NASA, a planície fica a norte de uma cadeia de montanhas, numa região que vista do espaço tem o formato de um coração, que recebeu o nome “Tombaugh Regio”, já considerado um dos símbolos do planeta.

"Esta não é uma área fácil de decifrar", disse Jeffrey Moore, um dos cientistas da missão, sublinhando que “a superfície desta área é relativamente recente, com menos de 100 milhões de anos, e, provavelmente, ainda está a ser moldada por processos geológicos".

O cientista adiantou que “a descoberta destas vastas planícies muito jovens, sem crateras, em Plutão ultrapassa todas as expectativas que havia antes da missão".

Depois de uma viagem que durou mais de nove anos e em que percorreu 4,8 mil milhões de quilómetros, a “New Horizons” aproximou-se de Plutão na terça-feira.

Nos próximos 16 meses, a “New Horizons” vai continuar a enviar para Terra imagens de Plutão.

Veja o vídeo disponibilizado pela Agência Espacial, logo abaixo.