O nome de Nelson Mandela, antigo Presidente da África do Sul, que morreu na quinta-feira, em Joanesburgo, foi referido em cerca de 460 mil mensagens divulgadas na rede social Twitter, noticia a agência Lusa.

Depois de praticamente um dia sem alusões na rede social, o líder da luta contra o apartheid foi mencionado em cerca de 400 mensagens antes das 22:00 (hora de Lisboa), ou seja antes de o Presidente da República da África do Sul, Jacob Zuma, ter anunciado a sua morte, numa comunicação televisiva.

Até agora, segundo o portal hashtags.org, acumularam-se 460 mil tweets, com o «pico» da atividade a registar-se por volta das 00:00, quando foram registadas 243.100 mensagens aludindo a Nelson Mandela.

Essa foi também a hora em que os utilizadores publicaram mais textos com a expressão RIP [Rest in Peace], um total de 132.000 textos, e Madiba, em cerca de 162.800.

A morte de Nelson Mandela, aos 95 anos, foi anunciada, na quinta-feira, pelo Presidente da República da África do Sul, Jacob Zuma, numa comunicação televisiva.

Líder da luta contra o apartheid, Nelson Mandela foi o primeiro Presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999.