A nova nave da NASA, Orion foi lançada para o espaço às 7:05 (12:05 em Lisboa) em Cabo Canaveral, na Florida, Estados Unidos. Orion foi lançada no foguetão Delta IV e entrou em órbita ao nascer do sol, com milhares de convidados da agência espacial a assistirem ao que a NASA intitulou de um «momento histórico».  
«A estrela do dia é a Orion», disse Charles Bolden Jr., administrador da NASA, pela segunda vez em dois dias. Segundo o Yahoo News, Charles denominou este dia como o «primeiro da era de Marte».
 
Pela primeira vez em 42 anos, a NASA vai enviar uma nave construída para os humanos conseguirem viajar além da órbita terrestre. A última viagem espacial tripulada foi a missão de Apollo 17 à lua, a que mais tempo permaneceu na superfície lunar.
 
O primeiro voo experimental estava programado para quinta-feira, mas os funcionários da agência espacial foram forçados a adiar o lançamento para esta sexta-feira, devido a as questões técnicas. Mas esta sexta-feira tudo funcionou corretamente, o tempo cooperou e os engenheiros não detetaram problemas.
 
A Orion foi pensada para levar astronautas em missões ao espaço, com a ambição de viajar até um asteroide, à Lua ou mesmo até Marte. O primeiro voo de testes com tripulantes a bordo está previsto para 2021.