Um veículo espacial não tripulado dos Estados Unidos, que partiu há dois anos para uma missão secreta, regressou esta sexta-feira à Terra, mais concretamente à Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia. A aeronave X-37B esteve 674 dias em órbita, mas ninguém sabe exatamente qual era o objetivo da missão.

Segundo o que a Força Aérea norte-americana declarou à imprensa do país, a nave fazia «operações de redução de riscos, experiências e desenvolvimento de conceitos de operações para a reutilização de tecnologias de veículos espaciais».

No entanto, os especialistas afirmam que ninguém sabe exatamente o que é que este aparelho fazia no Espaço.

«A única explicação credível era de que estava a fazer testes com tecnologias que poderiam ser aplicadas em missões espaciais do futuro» esclarece Jonathan Amos, correspondente da BBC na área da Ciência.

Dado que as missões espaciais podem custar vários milhões de euros, Amos explica que os EUA devem querer assegurar que as tecnologias funcionam fora do ambiente laboratorial.

Esta é a terceira missão do programa X-37B, que começou em 1999 como um projeto da NASA e que agora é conduzido por um departamento da Força Aérea dos EUA. 

A primeira missão foi lançada em abril de 2010, durante a qual o veículo esteve oito meses em órbita. A segunda iniciou em março de 2011 e durou 15 meses.  Prevê-se que uma quarta missão seja lançada já no próximo ano.