A NASA prevê que os humanos vão encontrar vida extraterrestre nos próximos 20 anos. O anúncio foi feito numa conferência de imprensa, realizada segunda-feira, na sede da agência espacial, em Washington, EUA, escreve a «CBS Connecticut».

Segundo a NASA, mais de cem milhões de mundos, na nossa galáxia, podem ter vida extraterrestre, mas o mais provável é que esta seja encontrada fora do nosso sistema solar, explicaram os cientistas. E para que a previsão se concretize, a agência anunciou o lançamento do Transiting Exoplanet Surveying Satellite (TESS) em 2017, um telescópio espacial destinado a procurar planetas fora do nosso sistema solar.

«Imaginem o momento em que o mundo acordar e a raça humana perceber que não está sozinha», disse na conferência de imprensa Matt Mountain, um cientista do Space Telescope Science Institute, em Baltimore. A NASA considera mesmo a sua previsão de «20 anos» conservadora.

Em breve, de acordo com os cientistas, tecnologia, em terra e no espaço, como, por exemplo, os telescópios Hubble, Kepler e Spitzer vão conseguir determinar a presença de água, durante as suas buscas. Um sinal essencial para a potencial presença de vida não terrestre.

«Penso que nos próximos 20 anos vamos descobrir que não estamos sozinhos no Universo», afirmou Kevin Hand, um astrónomo da NASA que chegou mesmo a sugerir a possibilidade da existência de vida extraterrestre numa lua de Júpiter, a «Europa».

Veja aqui o vídeo com toda a conferência de imprensa da NASA: