A sonda lançada em 1977 para explorar os planetas mais afastados do Sol continuou a viajar pelo espaço e já saiu do sistema solar. Este acontecimento é pioneiro, pois a Voyager é o primeiro objeto terrestre criado pelo Homem a sair do espaço solar.

De acordo com os cientistas, a região interestelar está a mais de 19 mil milhões de quilómetros do planeta Terra, o que corresponde a 123 vezes a distância entre o planeta azul e o Sol.

De acordo com a BBC, atualmente a sonda Voyager demora 17 horas a enviar mensagens para o nosso planeta. «Lançar uma sonda no espaço interestelar é um marco histórico que esperávamos alcançar há 40 anos», disse Ed Stone, cientista que coordena o projeto.

Para os cientistas, sair do sistema solar tem uma importância tão grande como pisar a lua e dar uma volta inteira ao globo terreste. «É um marco cientificamente, mas também historicamente», revelou o líder do projeto.

Em março, a sonda tinha já detetado um aumento no número de particular de raios cósmicos vindos do espaço interestelar, mas a NASA negou a saída, agora confirmada, da sonda.