As únicas vibrações que sobrevivem ao vácuo do espaço são ondas eletromagnéticas e a NASA descobriu uma maneira de as ouvir.

A NASA utilizou uma «antena de ondas de plasma» para gravar as vibrações dentro de 20 a 20 mil hertz, as frequências audíveis pelo ouvido humano, capturando assim os sons reais dos planetas. 



Para esta gravação a NASA utilizou os instrumentos especialmente concebidos na Nasa Voyager, Injun 1, ISEE 1 e sondas espaciais HAWKEYE, para gravar as vibrações dentro da faixa de audição humana.

Neste vídeo podem ouvir-se os sons de Júpiter, a esfera da IO (menor lua de Júpiter), Úrano, Miranda (uma das principais luas de Úrano), os anéis de Úrano, Neptuno, Saturno, os anéis de Saturno, e a Terra.