A ISSPresso deveria ter chegado ao espaço no final do ano passado, mas quando o foguetão Antares, desenvolvido pela Orbital Sciences Corporation, foi lançado a máquina explodiu.

A missão mal sucedida de levar café ao espaço fez com que a empresa Argotec e a Agência Espacial Italiana realizassem algumas alterações na máquina, que já  foi lançada para a plataforma da Estação Espacial Internacional juntamente com 1.800 quilos de alimentos e equipamentos de investigação científica.

O café passa por um tubo de vapor de aço que aguenta uma pressão de 400bar (ao invés do tubo de vapor que aguenta apenas 9 bar) e é servido aos astronautas não num copo, mas numa pequena bolsa de plástico à semelhança de todas as outras bebidas. 

 

A NASA garantiu que este tipo de tecnologia é muito importante para os astronautas que assim se sentirão mais «em casa».

«O apoio psicológico é muito, muito importante», afirmou o vice-presidente do programa da estação espacial, Dan Hartman.