A famosa bebida produzida a partir dos grãos torrados do cafeeiro era até agora um privilégio da vida na Terra. Contudo, uma equipa de cientistas fabricou uma máquina de café expresso que foi lançada na semana passada para o espaço e que permite aos astronautas beberem café quando quiserem.

A ISSPresso deveria ter chegado ao espaço no final do ano passado, mas quando o foguetão Antares, desenvolvido pela Orbital Sciences Corporation, foi lançado a máquina explodiu.

A missão mal sucedida de levar café ao espaço fez com que a empresa Argotec e a Agência Espacial Italiana realizassem algumas alterações na máquina, que já  foi lançada para a plataforma da Estação Espacial Internacional juntamente com 1.800 quilos de alimentos e equipamentos de investigação científica.
O café passa por um tubo de vapor de aço que aguenta uma pressão de 400bar (ao invés do tubo de vapor que aguenta apenas 9 bar) e é servido aos astronautas não num copo, mas numa pequena bolsa de plástico à semelhança de todas as outras bebidas. 
 
A NASA garantiu que este tipo de tecnologia é muito importante para os astronautas que assim se sentirão mais «em casa».

«O apoio psicológico é muito, muito importante», afirmou o vice-presidente do programa da estação espacial, Dan Hartman.