Um instrumento da NASA a bordo da cápsula indiana Chandrayaan 1 descrobiu provas da existência de água na Lua. Os resultados da investigação foram publicados na «Nature Geoscience».

A água magmática, que nasce nas profundidades do satélite, foi encontrada em grãos minerais na superfície lunar.

É a primeira vez que os cientistas descobrem sinais de água nativa no satélite da Terra através de um objeto na órbita da Lua.

Anteriormente, os cientistas só tinham conseguido encontrar água magmática em amostras lunares recolhidas pelos astronautas do programa Apollo.

A água foi encontrada pelo Instrumento de Mineralogia (M3) da NASA, que captou imagens da cratera Bullialdus, causada por um impacto perto da linha equatorial da Lua.