O Governo português vai oferecer a Cabo Verde 12 mil computadores Magalhães durante a visita que José Sócrates vai efectuar ao país a partir de 12 deste mês, noticia a Lusa.

Segundo a ministra da Educação e Ensino Superior de Cabo Verde, Vera Duarte, a oferta do Governo enquadra-se num programa denominado «Mundo Novo», que as autoridades locais pretendem ver concretizado e que consiste na distribuição de 150 mil computadores a todos os níveis de ensino.

A iniciativa do governo cabo-verdiano deverá permitir que, até o final do programa, que se estenderá ao longo dos próximos anos e que deverá entrar em funcionamento já no próximo ano lectivo, todos os alunos, do ensino primário ao superior, bem como os professores, tenham um computador pessoal ligado à Internet.

Para já, os primeiros 12.000 computadores Magalhães serão distribuídos aos alunos do Ensino Básico Integrado e do sétimo e oitavo ano de escolaridade.

«A ideia é começar com os 12 mil computadores que o primeiro-ministro de Portugal vai oferecer ao país na sua próxima visita e, a partir daí, ir aumentando gradualmente o número de computadores que serão disponibilizados aos alunos e professores», disse a ministra.

O programa «Mundo Novo» vai permitir instalar, já a partir deste mês, uma rede de cerca de 135 telecentros para a massificação das Novas Tecnologias da Informação e o acesso à Internet em todas as ilhas do arquipélago e aos jovens empreendedores ou à procura do primeiro emprego.