"Estamos a fazer o possível para solucionar este problema", afirmou o Skype, que é detido pela Microsoft, num comunicado no qual agradece a "paciência" dos seus milhões de utilizadores.

Segundo o Skype, o problema gera "dificuldades" a alguns utilizadores ao iniciar a sessão e impede outros de usarem o serviço de mensagens.

Se o utilizador conseguir entrar na sessão, é possível que depois não consiga mudar o seu estado e surgirá perante a sua rede de contactos como desligado, o que impede que sejam efetuadas chamadas, adiantou.

Os primeiros problemas com o Skype foram detetados cerca das 09:20 em Lisboa.