A Microsoft está a considerar remover o Paint de uma futura atualização do Windows 10, após 32 anos de existência.

A ferramenta foi incluída numa lista de programas que serão removidos ou que serão atualizados. O Paint é uma das aplicações que “não estão em desenvolvimento ativo e podem ser removidas em versões futuras”.

O Paint faz parte do sistema operacional Windows desde 1985 e é conhecido pela sua simplicidade e resultados artísticos básicos.

No entanto, na nova atualização para o Windows 10, foi introduzida uma versão 3D do Paint, onde se pode criar objetos a três dimensões. 

Instalado por defeito com a versão do Windows, o Paint é uma imagem de marca do sistema operativo, com miúdos e graúdos a recorrerem ao programa para recortar uma imagem ou simplesmente “desenhar”. 

Nas redes sociais foram várias as manifestações sobre o fim do Paint.