A Microsoft apresentou, esta quarta-feira, a sua nova plataforma dedicada à área da saúde e do fitness - a Microsoft Health - e a sua nova smartband.

 

A Microsoft Band está equipada com dez sensores inteligentes que durante 24 horas monitorizam a atividade cardíaca do utilizador no ginásio ou no local de trabalho, a quantidade de calorias perdidas ou a qualidade do sono.

 

A «Band» permite ainda que o utilizador esteja online enquanto desempenha atividades físicas ou de lazer, conseguindo receber emails, notificações, atualizações em redes sociais e interagir com a Cortana, a «Siri» do Windows Phone.

 

Enquanto a plataforma já está disponível a partir desta quinta-feira através da aplicação Microsoft Health compatível com os sistemas Android, iOS e Windows Phone, os fãs da Microsoft em Portugal vão ter de esperar para poderem usar a «Band». A smartband ainda só está disponível nos Estados Unidos por um valor de 199 dólares (78,5 euros).

De acordo com a empresa, esta plataforma vai funcionar em nuvem e reúne informações que aí estejam registadas num ou vários dispositivos móveis, incluindo na pulseira inteligente.

 

«Quantos mais dados estiverem disponíveis, a plataforma torna-se mais inteligente e fornece informações mais poderosas», revela a empresa.

 

Segundo a empresa, quando a esta informação ficar armazenada na plataforma, o utilizador pode combinar dados gerados em vários aparelhos ou serviços online, como a capacidade cardíaca, as calorias consumidas, exercícios físicos realizados, e, de seguida, receber informações sobre os assuntos que mais interessam, incluindo, por exemplo, o tempo necessário de descanso para ter um melhor desempenho na prática de atividades desportivas.