Uma explosão «misteriosa» sentida por volta das 11 da manhã de sábado em Manágua, capital da Nicarágua, deixou os residentes preocupados com a possibilidade de um sismo ou a erupção de um dos mais de 20 vulcões do país. No entanto, a descoberta de uma cratera com cerca de 12 metros traz provas de um fenómeno completamente diferente.

Segundo a Sky News, que cita cientistas do governo da Nicarágua, a cratera, descoberta perto do aeroporto da capital, terá sido o resultado da queda de um meteorito que, provavelmente, se soltou de um asteroide que passou pela Terra.

«Todas as amostras recolhidas no local correspondem a um meteorito e não a outro tipo de evento. Em primeiro lugar temos o registo sísmico, que coincide com a hora do impacto, e [observámos] a forma cónica característica [deste fenómeno] no local do impacto», afirmou Jose Millan, do Instituto dos Estudos da Terra da Nicarágua (Ineter).

O investigador acrescentou que por agora, há que celebrar o facto do objeto ter caído numa zona sem habitantes.

«Temos de celebrar o facto de [o meteorito] ter caído numa área onde, graças a Deus, não causou qualquer perigo à população».

A mesma fonte adiantou que a composição do astro ainda não foi determinada, e que nesta altura ainda não se sabe se o impacto causou a sua desintegração ou se o meteorito ainda está enterrado por baixo da cratera.

Humberto Garcia, do centro de astronomia da Universidade Nacional Autónoma da Nicarágua acredita que o meteorito pode estar relacionado com um asteroide que se esperava que passasse pela Terra durante o fim de semana, o Asteroide 2014 RC.