A curiosidade em torno do desaparecimento do avião da Malaiysia Airlines já está a render aos hackers. Nos últimos dias, têm surgido vários posts no Facebook que parecem credíveis (usam até referências à CNN ou à BBC) e prometem vídeos e imagens sobre o avião amarado e passageiros vivos. Não passam de malware e links para falsas investigações postados por hackers.

Os posts contêm imagens com frames de supostos vídeos, que parecem legítimos e dão conta de que o avião foi encontrado em lugares como o Triângulo das Bermudas e dos passageiros «vivos» e «salvos». Muitos dos posts são precedidos de expressões como «última hora» ou «vídeo chocante», captando ainda mais a atenção de quem os lê.



Christopher Boyd, um analista de malware, reuniu vários desses posts no blogue Malwarebytes. «Vimos primeiro os links no Twitter. [Eram] uma mistura de tweets que levam a sites conhecidos originalmente postados no Facebook e um novo lote de spamblogs, golpes de pesquisa [e] os sites de notícias de imitação», disse o especialista, em declarações ao site «Wired.co.uk».

Tratam-se de esquemas em tudo semelhantes aos que já aconteceram durante o tsunami do Japão, em 2011, ou o sismo das Filipinas, em 2013. «Foram conhecidos 419 esquemas para páginas de doação falsas. Qualquer coisa que envolva um desastre é um potencial de rendimento para os criadores destes esquemas», disse Christopher Boyd.