Do mundo virtual para o mundo real: os livros à venda nas páginas do site da Amazon saltaram para as prateleiras da primeira loja física do maior vendedor de publicações online. O estabelecimento abriu as portas, esta terça-feira, na cidade universitária de Seattle, nos EUA.

A empresa afirmou que estarão à venda 6.000 livros, com os mesmos preços que apresentam no website. Os títulos presentes na livraria estão entre as obras mais vendidas na Amazon.com e há, até, uma estante dedicada aos livros que foram classificados pelos leitores com 4.8 estrelas ou mais.

Para ajudar na escolha, os comentários deixados no site vão estar disponíveis perto dos livros, , explicou a vice-presidente da Amazon Books, Jennifer Cast, ao "The Guardian".
 

“Para dar mais informações, enquanto procura, os nossos livros estão virados para a frente e, debaixo de cada um, está um cartão com a crítica da obra e a classificação da Amazon.com. Pode ler as opiniões e as avaliações dos consumidores, para o ajudar a encontrar boas obras”


Depois de 20 anos no comércio online, a Amazon vai transportar também do mundo tecnológico para a sua primeira loja física. Vão estar à venda também Kindles, Fire Tablets e sistemas Echo.

Segundo o The Guardian, a abertura do estabelecimento vem responder à procura por livros em papel e pode mesmo potenciar este mercado, se for bem-sucedido. O sucesso da loja pode significar a abertura de uma cadeia a nível mundial.