A Airbus apresentou a primeira mota criada a partir de uma impressora 3D. A Light Rider pesa 35 quilogramas e tem materiais comuns em aeronaves.

O veiculo motorizado foi desenhado pela APWorks, uma subsidiária da Airbus especializada em tecnologia 3D para a impressão de objetos metálicos.

A Light Rider foi construída com recurso a materiais resistentes à corrosão que combinam “a leveza do alumínio com a resistência do titânio”, explica a APWorks no site da empresa.

A mota é elétrica e está equipada com um motor de seis cavalos que lhe permite alcançar velocidades até aos 80 km/h, passando dos 0 aos 45 km/h em três segundos. As baterias têm uma autonomia de 60 quilómetros.

Inicialmente a APWorks vai produzir 50 exemplares da Light Riders. Cada moto irá custar 50 mil dólares, cerca de 44,8 milhões de euros.