O governo da Califórnia implementou uma nova legislação, esta terça-feira, que proíbe os paparazzi de utilizarem drones para tirar fotos. A lei surgiu depois de várias celebridades se queixarem que os dispositivos circundavam as suas propriedades, tentando registar alguns momentos íntimos.

A lei antiga que dava conta da “invasão física da privacidade” foi redesenhada para incluir a proibição de drones. Estes dispositivos vão deixar de poder voar sobre propriedades privadas com o intuito de tirar fotografias ou filmar vídeos, adiantou o Los Angeles Times.

Na legislação pode ler-se que os drones passam a ser proibidos “no espaço aéreo por cima da propriedade de outrem”, para “espreitar pelas janelas, capturar imagens de pessoas que passam pela propriedade e espiar a vida privada de pessoas públicas”.

A legislação foi desenhada pela Assembleia Ian Calderon, que afirmou ter sido mais dura com a utilização dos dispositivos depois de lhe ter chegado relatos de celebridades dando conta das invasões de privacidade.

“Na audiência apercebemo-nos que os paparazzi têm usado drones durante anos para invadir a privacidade e tirar fotografias de figuras públicas nas atividades mais privadas - apesar de existir a lei”, afirmou um porta-voz da instituição.


Miley Cyrus e Kanye West foram algumas das celebridades que se queixaram da situação.

 
 

Drone Pap wtf

A video posted by Miley Cyrus (@mileycyrus) on