É “o primeiro planeta jovem, que provavelmente se parece com Júpiter há biliões de anos, tornando-se no nosso principal quebra-cabeças da formação de planetas”, disse Travis Barman, professor associado de Ciências Planetárias da Universidade do Arizona.







“Este é exatamente o tipo de planeta que queríamos descobrir quando projetamos o Gemini Planet Imager”, disse James Graham, da Universidade da Califórnia, professor de astronomia que projetou aquele instrumento.