O nome do ex-primeiro-ministro José Sócrates foi o mais mencionado nas redes sociais durante o último fim-de-semana, sobrepondo-se a todos os outros assuntos, personalidades ou marcas.
 
Segundo dados do «Social Media Explorer» do Grupo Marktest, em dois dias, este sábado e domingo, foram registadas mais de três mil menções a José Sócrates no Facebook, Twitter, Google+, Instagram, Blogs, Fóruns, Youtube e Notícias RSS.

                             
 
Sócrates não só foi o assunto mais «falado», como superou cerca de três vezes o segundo tema mais falado do fim-de-semana, o SL Benfica. Mais de metade das «menções» foi feita em jornais digitais, 15,5% no Twitter, 12,6% no Facebook e 14.9% em outros meios.
 
                             

Se excluirmos as notícias dos jornais, 58% das «publicações» tinham teor negativo, 40% neutro, e apenas 2% um sentimento positivo.

                             
 
Quanto às palavras mais relacionadas com as menções a Sócrates, «detido e detenção» foram as mais utilizadas, com igual destaque para «PS», «justiça», «Portugal», «corrupção» e «ex-primeiro-ministro».

                             
Cronologia: Sócrates detido, como tudo aconteceu

O ex-primeiro-ministro foi detido esta sexta-feira para interrogatório, sendo suspeito de corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais. José Sócrates está em prisão preventiva desde segunda-feira no estabelecimento prisional de Évora.

Infografia: Sócrates: prisão preventiva pode ir até março de 2018