O investigador da Universidade de Aveiro João Rocha foi convidado para integrar a Academia Europeia de Ciências. O Ministério da Educação já veio, entretanto, felicitar esta nomeação.

«É a primeira vez que um investigador português é nomeado pela instituição, constituída pela elite da ciência europeia e que tem como objetivo a promoção da ciência, a cooperação científica e o aconselhamento de organismos europeus», lê-se numa nota de imprensa divulgada pela tutela.

João Rocha é diretor do Centro de Investigação em Materiais Cerâmicos e Compósitos (CICECO) da Universidade de Aveiro e foi convidado diretamente pelo presidente da Academia Europeia de Ciências, Claude Debru, para integrar a equipa. A decisão da nomeação foi tomada por unanimidade no conselho geral da instituição.

Além das funções na Universidade de Aveiro, João Rocha é membro do Conselho Nacional de Nacional de Ciência e Tecnologia, órgão de aconselhamento do Governo para a área da ciência, presidido pelo primeiro-ministro.

O investigador conta já com 25 anos de carreira, que incluem mais de 400 artigos científicos publicados, 23 capítulos de livros e 3 registos de patente.