As adolescentes japonesas usam os telemóveis, em média, durante sete horas por dia, de acordo com um estudo que revela ainda que pelo menos 10% das jovens dedica 15 horas diárias ao aparelho.

No caso dos rapazes, o número desce para uma média de quatro horas por dia, indica o estudo da empresa Digital Arts, hoje divulgado.

Os telemóveis são habitualmente utilizados para aceder às redes sociais, como a Line, uma aplicação japonesa para troca de mensagens. Os jogos e a partilha de fotografias em plataformas como o Instagram são outras das funções preferidas.

A maioria dos estudantes das escolas secundárias japonesas, 96%, tem telemóvel, contra 60% no ensino básico.

O estudo baseou-se em inquéritos a 618 jovens de escolas em todo o país.