À medida que decorrem as eleições primárias nos EUA, o grupo de hackers Anonymous divulgou um vídeo onde promete acabar com a campanha eleitoral de Donald Trump a partir de dia 1 de abril e alargar os ataques àqueles que apoiam o candidato republicano.

No vídeo divulgado através da plataforma Youtube e em que anunciam a iniciativa de sabotagem à campanha de Trump, os Anonymous justificam a entrada em cena com a “campanha inconsistente e cheia de ódio que não só chocou os EUA como também todo o planeta”. 

Afirmando-se em "guerra total" contra Donald Trump, o grupo apela a todos os informáticos do mundo que se juntem à causa para “desmascarar” o pré-candidato republicano e mostrar o que Trump não quer tornar público.

Precisamos de vocês para fechar os sites, pesquisar e expor o que ele não quer que se saiba”, refere o grupo no vídeo. Isto não é um aviso, é uma declaração total de guerra”, acrescenta o grupo.

Nas redes sociais, os Anonymous dizem que os ataques iram começar a 1 de abril e incluem o site de Donald Trump e o da campanha eleitoral.

Veja também: Anonymous pedem ajuda para combater Estado Islâmico

Contudo, esta não é a primeira vez que Donald Trump é alvo de ameaças. Em 2015, os Anonymus já tinham avisado o candidato republicano sobre as consequências das declarações polémicas em relação aos muçulmanos.