Tim Cook apresentou, esta quarta-feira, em San Francisco, os novos produtos da marca Apple, naquela que é uma das apresentações mais aguardadas do ano.

O CEO da empresa começou por avisar que estava " prestes a fazer anúncios monstruosos" depois de "um ano incrível para a Apple" e por isso mesmo começou por apresentar o Apple Watch que, segundo Tim Cook, mudou "a vida de várias pessoas".

Por isso mesmo, foi dedicada especial atenção a novas versões do iWatch, com várias braceletes e modelos.

Seguiram-se "as maiores notícias sobre o iPad desde o primeiro iPad", com Tim Cook a apresentar o iPad Pro, dedidado a empresas com 12,9 polegadas de ecrã.

"É o maior ecrã que alguma vez construímos", afirmou Philip Schiller durante a apresentação do novo tablet da Apple, que traz consigo outra novidade: um teclado-inteligente (que custará 169 euros) incorporado numa capa para o iPad Pro que se coneta através da nova tecnologia "Smart Conected".

Outro dos acessórios apresentados para o novo iPad foi o Apple Pencil (que custará 99 dólares) que vai ajudar quer nos desenhos, quer na escrita "manual" no ecrã do tablet.



Os preços para este novo iPad vão desde os 799 dólares (715 euros) para a versão de 32 GB até aos 1079 dólares (966 euros) e estará disponível (nos EUA) a partir de novembro.

A Apple lança ainda o iPad mini 4 e baixa o preço do iPad mini 2, para 269 dólares (241 euros).
 

Nova Apple TV


"A nossa visão para a TV é simples e talvez um pouco provocadora. Acreditamos que o futuro da televisão está nas aplicações, uma transição que já começou."

Tim Cook apresentou a nova Apple TV, na qual trabalharam "no duro durante muito tempo", e que assenta num " hardware poderoso, um sistema operativo moderno, que é agradável de usar".



O executivo Eddy Cue sobe então ao palco para apresentar o novo comando da Apple TV que permite pedir à Siri - o  assistente digital por voz - que lhes mostre programas de humor ou filmes apenas com a Jennifer Lawrence, entre outras opções. A Siri permite ainda fazer perguntas durante os programas - como quando ficou o jogo de Portugal - sem interromper a emissão.

Todas as aplicações para a Apple TV foram redesenhadas e foi apresentado um sistema operativo especial para o aparelho, TV OS, baseado no iOS.
 

iPhone 6S e 6S Plus


"O telemóvel mais popular de sempre" foi reinventado. A Apple apresentou ainda no evento desta tarde os novos iPhone 6S e 6S Plus.



O novo iPhone 6S vem em quatro cores - apresenta agora o cor-de-rosa dourado - e Tim Cook garante que, apesar de parecerem semelhantes aos iPhones 6 e 6 Plus, "tudo mudou" e estes são os " smartphones mais avançados do mundo".

O iPhone 6S tem um ecrã de 4.7″ polegadas e a versão Plus um de 5.5″ e ambas as versões estão equipadas com o novo processador A9. O smartphone tem ainda uma nova funcionalidade: o 3D Touch, que permite fazer determinadas ações com diferentes tipos de pressão no ecrã.

O modelo base do iPhone 6S começa nos 16GB. Em contratos de dois anos, nos EUA, o iPhone 6S de 16G começa nos 199 dólares (177 euros) e o 6S Plus nos 299 dólares (267 euros). O modelo mais caro, o 6S Plus de 128GB, vai custar 499 dólares (446 euros). O modelo deverá estar disponível em Portugal no final do ano.

Já o novo sistema operativo, o iOS 9, estará disponível a partir do dia 16 de setembro.