Depois das pressões de vários procuradores norte-americanos perante a vaga de roubos de telemóveis inteligentes (smartphones), a Apple será a primeira fabricante a incorporar uma aplicação que inutiliza os aparelhos roubados para tentar deter os ladrões.

O procurador do distrito de São Francisco, George Gascón, e o procurador-geral de Nova Iorque, Eric T. Schneiderman, anunciaram esta quarta-feira o que consideram ser «um primeiro passo importante para o fim da epidemia mundial de roubos de telemóveis inteligentes».

Esta aplicação «Activation Lock», é anunciada depois de em junho passado ambos os procuradores terem lançado o plano de alerta para o roubo de smartphones, depois do aumento de agressões na sequência de assaltos para roubar os telemóveis, com 1,6 milhões em 2012.

Schneiderman e Gascón reuniram-se com representantes da Apple, Google/Motorola, Samsung e Microsoft para apelar à «obrigação social e moral» das empresas tecnológicas em desenvolver um «kill switch», ou seja, um sistema que «mate» o telemóvel quando é roubado.

A Apple tornou-se, agora, na primeira a apresentar a sua solução após lançar o seu sistema operativo mais recente, o iOS7, uma aplicação que «resultará num meio eficaz de dissuasão de roubo», segundo os procuradores.

No entanto, alertaram os utilizadores que «os ladrões não vão reagir da noite para o dia», pelo que será «vital» que os consumidores estejam conscientes disso.