A primeira caixa ATM da moeda virtual Bitcoin que pode vir a ser instalada em Nova Iorque é «made in» Portugal, noticiou este domingo a edição digital do jornal New York Post.

Josh Harvey, cofundador da empresa Lamassu, que tem comercializado as caixas automáticas em vários países, incluindo Estados Unidos, divulgou uma das máquinas, na semana passada, na exposição Consumer Electronics Show, em Las Vegas.

As máquinas, caixas ATM, foram criadas e são fabricadas em Portugal, segundo o jornal.

Willard Ling, um norte-americano natural de Brooklyn, está disposto a instalar num café a primeira máquina de Bitcoin de Nova Iorque, estando em negociações com os seus proprietários.

Porém, aguarda que os legisladores de Nova Iorque e o Departamento dos Serviços Financeiros regulem o uso de «bitcoins» no estado.

A Bitcoin usa a tecnologia «ponto-a-ponto» - arquitetura de redes de computadores - para operar sem nenhuma autoridade central ou banco a controlar a moeda ou as transações.

Os utilizadores do sistema descarregam uma carteira de Bitcoin para uma aplicação móvel e colocam uma «password». Um código QR (código de barras bidimensional) aparece.

Ao comprimirem, depois, um telemóvel contra a caixa ATM, o código QR é digitalizado. Em seguida, metem dinheiro na máquina e, rapidamente, esta, em troca, envia «bitcoins» para o telefone móvel.