O brasileiro Marcel Fernandes Filho, de 18 anos, entrou quinta-feira no livro Guinness dos recordes ao conseguir o título de pessoa que mais depressa consegue digitar uma mensagem num telefone portátil, tendo atingido a marca de nove carateres por segundo.

Numa entrevista à agência Efe, Marcel Fernandes Filho, garantiu não estar «viciado» em tecnologia, mas admitiu que a habilidade o ajuda todos os dias nas suas atividades «sem perder a concentração».

«Não me considero um viciado. Faço outras coisas e não passo o dia a digitar num telefone móvel», contou o jovem que vive na pequena cidade de laguna, no estado de Santa Catarina, no sul do país.