Há exatamente dois anos, a 4 de outubro de 2011, mais de 100 milhões de utilizadores dos iPhone 4S e 5 ouviram pela primeira vez uma voz feminina a dar instruções, a responder a perguntas e a oferecer previsões do tempo, entre outras funcionalidades. Tudo através da Siri, a assistente pessoal dos smartphones da Apple comandada por voz. A identidade da voz de Siri permaneceu em «segredo» desde o lançamento, mas agora a CNN parece ter revelado um segredo da Apple: o rosto por detrás de Siri.

De acordo com uma reportagem emitida esta sexta-feira pela estação norte-americana de TV por cabo, Susan Bennett, locutora de Atlanta, já «conhecida» por ter dado voz a outros smartphones, a alguns aparelhos de GPS, em anúncios e dobragens é a voz de Siri. A Apple não confirma a identidade, mas a própria Bennett afirma que ela é a dona da voz. A CNN também diz que outros profissionais que trabalharam com ela, especialistas em voz e advogados que a representam legalmente atestam a veracidade da informação.

Em entrevista à CNN, Susan Bennett afirma ter gravado todas as frases da Siri em 2005, nos estúdios da GM Voices, uma empresa tradicional no ramo, e tem vivido sempre no anonimato.

A decisão de se revelar veio pouco depois de um vídeo publicado pelo site The Verge. O videoclipe mostra todo o processo de gravação de uma voz sintetizada, como a da assistente pessoal do iOS. No vídeo, a atriz Allison Dufty ilustra como funciona o sistema e, por causa disso, acabou por ser confundida com a própria voz de Siri por algumas pessoas que viram o vídeo.

Susan Bennett conta à CNN que a gravação das palavras e frases da assistente virtual lhe ocupou quatro horas por dia em julho de 2005. Bennett não sabia exatamente que destino teria aquele trabalho. Em outubro de 2011, quando a Apple lançou o iPhone 4s, ela não possuía o aparelho, mas amigos e conhecidos começaram a reconhecê-la e a mandar-lhe mensagens. Susan Bennett pesquisou anúncios na Internet sobre a nova aplicação e teve a certeza de que era mesmo a voz dela.

Confira a reportagem da CNN, com um vídeo de Susan Bennett a interagir com Siri.