Até parece que entramos num filme, mas não é Tom Hanks, à frente do elenco de «Apollo 13» que surge no ecrã, mas Rick Mastracchio, um astronauta americano da NASA.

A alusão ao filme gravado em 1995 e que retrata a viagem ao espaço nos anos 70 e a pouca credibilidade que era dada ao tema, quando nenhuma televisão quis pegar no assunto, mostra a evolução ¿ permita-se a expressão ¿ à velocidade da luz que este mundo sofreu nas últimas décadas, mas que continua a despertar a curiosidade e a ser sempre fascinante ver um homem a flutuar no ar.

Foi isso mesmo que Rick Mastracchio se dirigiu a 400 alunos que se graduaram na Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, no passado sábado, como conta a Reuters e pode ver aqui: