O Observatório de Dinâmica Solar da NASA está a comemorar os seus primeiros cinco anos de existência. Para assinalar a data, o observatório divulgou um vídeo que se tornou viral nas redes sociais.

Trata-se de um conjunto de imagens do Sol registadas ao longo destes cinco anos e tiradas a cada oito horas que, juntas, produzem o efeito de «timelapse», ou seja, de passagem do tempo. As fotografias têm diferentes comprimentos de onda e, por isso, variações de cores. O resultado é incrível. 

Algumas fotografias até são bem fresquinhas, que é como quem diz, datam do início deste ano.

Antes do Observatório de Dinâmica Solar não tínhamos noção (pelo menos não com este detalhe) de como eram as erupções solares, de como é a vida da nossa estrela, de como tudo ali fervilha, pulsa, se expande e encolhe, vibra e depois volta a recomeçar.

Ver este vídeo é como estar de olhos presos numa lareira, a mais gigantesca lareira que alguma vez pudemos imaginar. É tão simples como isso: põe-se a mantinha e fica-se a olhar. É irresistível.