Piratas informáticos criaram um vírus a partir do nascimento do bebé real. Aproveitando a curiosidade dos utilizadores da internet, os hackers inventaram um software malicioso que, diziam, permitia o acesso por vídeo à sala onde estava Kate com o filho.

Ao procurar fotografias do bebé, em motores de busca, também é possível encontrar o vírus.

A Kaspersky Lab, empresa que cria antivírus, detetou um envio de spam com o assunto «bebé real», refere o site «technewsdaily.com».

Ao clicar no link fornecido pelos piratas informáticos, o computador instala um vírus e fica infetado. O nome do software é «Troyan Downloader.js.expack.aie».