A Uber, a plataforma de táxis mais controversa do mundo, fechou um acordo com a TomTom, esta quinta-feira. O sistema de navegação dinamarquês vai servir o serviço de boleias com mapas interativos para mais de 300 cidades, diz a AFP.

Os valores envolvidos no acordo ainda não foram revelados, mas já se sabe que, a partir de hoje, as duas empresas vão trabalhar de mãos dadas.
 

“A TomTom fechou um acordo global, de vários anos, para fornecer mapas e dados sobre o trânsito à app da Uber. Estamos entusiasmados por poder fornecer a nossa melhor informação local à Uber”, afirmou Charles Cautley, o diretor da TomTom, à AFP.


O negócio pode significar uma substituição do serviço do Google Maps, que, ao estar a desenvolver uma linha de transportes, pode tornar-se competição para a Uber.

A plataforma de táxis tem protagonizado, nos últimos meses, várias polémicas, entre elas  manifestações de taxistas a nível internacional, incluindo em Portugal, as acusações de praticar preços desajustados e, até mesmo, um caso de violação, na Índia. 

Contudo, a Uber continua popular em todo o mundo e está cotada em 50 mil milhões de dólares, na bolsa.