O gigante automóvel nipónico Toyota Motor Corporation vai investir 500 milhões de dólares (cerca de 430 milhões de euros) para desenvolver carros autónomos partilhados com a plataforma digital Uber, anunciaram na segunda-feira as duas empresas.

A parceria tem como objetivo introduzir no mercado "o transporte partilhado e autónomo como serviço de mobilidade", destaca em comunicado o grupo japonês.

Deste modo, a tecnologia de ambas as empresas vai integrar veículos Toyota que, por sua vez, vão estar disponíveis na rede de automóveis da Uber.

O presidente da Toyota, Shigeki Tomoyama, sublinha a transformação do grupo "numa empresa de serviços de mobilidade".

Para o diretor-executivo da Uber, o iraniano-americano Dara Khosrowshahi, este acordo permite à plataforma aproximar-se do seu grande objetivo: "oferecer os automóveis autónomos mais seguros do mundo".

O forte compromisso da Toyota com os carros autónomos foi bem recebido esta manhã por investidores na bolsa de valores de Tóquio, onde os valores das ações subiram 1,85% nas primeiras transações.