A agência espacial russa adiou esta quarta-feira o lançamento do satélite de comunicações europeu Astra-2G, previsto para sexta-feira, devido a um problema técnico no foguetão russo Proton, que o deveria colocar em órbita.
 

«Na revisão do bloco acelerador foi detetada uma anomalia no sistema de dispositivos de controlo», avançou um porta-voz da Roscosmos, citado pela agência Interfax.

 


O porta-voz avançou ainda que para corrigir o defeito será necessário retirar o foguetão da rampa de lançamento do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, onde tinha sido instalado, e desprender o bloco acelerador Briz-M, que é a última etapa do foguetão.